segunda-feira, 16 de setembro de 2013

A Beleza das Coisas


A vida nem sempre é um mar de rosas,
e ás vezes o que eu mais quero é fugir
deixar tudo o que é ruim pra trás
e levar comigo só o que me faz sorrir,
pra um lugar cheio de paz.
Pra fazer o bem
à quem me faz também.
Pode ser que eu não saiba demonstrar
mas o importante é o sentir, certo?
Mesmo que eu não esteja sempre por perto
estarei sempre presente.
Eu penso em você até na nossa ausência
e nós sabemos que temos essa ciência.
Não importa o tempo que passar,
você sabe que eu estarei lá
e eu sei que lá você estará.
Essa é a beleza das coisas:
a amizade não morre
conforme o tempo corre.
E, assim como eu sei,você sabe.
Vivian Pinto

Taí Ceci, a poesia que você pediu (: como eu tava com saudade de escrever isso <3 p="">Beijos rimados pra vocês!

Um comentário:

Bípede Implume disse...

Olá Vivian
Este poema contem uma verdade universal: A amizade é um bem precioso demais.
Gosto do tema e do poema.
Beijinho de Lisboa
Isabel