Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

Pele de aço, coração de vidro

AVISO: sei que o título do post é clichê. E que o conteúdo do post é clichê. Sou poeta menor, perdoar, preciso de clichês, tenham paciência comigo.
Não é possível atingir a perfeição, muito menos estar nela o tempo todo. Acho que eu e você, assim como todas as boas pessoas (na minha humilde opinião), temos nossas imperfeições, e estamos tentando melhorá-las a todo instante. Aqui estou eu, com todas as minhas imperfeições, tentando lidar com a insegurança, porque sou humana, então me permito uma cicatriz por vez. Espero que você entenda.
O fato é que eu sou assim, gosto muito de fingir que sou forte, mas sou insegura, e nem tudo é trabalhável no momento que a gente quer. Pra mim isso me torna vulnerável, como não poderia deixar de ser em toda história de amor. E cada vez que, até mesmo sem querer, você toca em assuntos delicados pra mim, mais exposta me sinto, e não consigo lidar com isso muito bem. Sabe, isso não me faz bem, é algo complexo. Estou aqui num monólogo muito complicado d…

De mundo em mundo

Por mais que eu queria ser o mundo, certas coisas eu nunca vou conseguir fazer.
"Conhece-se a ti mesmo" nunca fez tanto sentido, e nunca foi tão melancólico.