terça-feira, 1 de outubro de 2013

Romeu e Julieta - versão Vivian remasterizada


Pois então, era uma vez
uma jovem sonhadora, tinteiro, papel, caneta
que jurava que via os personagens que escrevia
e sempre ouvia: "deixe de bobagens, Julieta!"
mas quando pegava a pena para escrever
imaginava tudo, via passado, via futuro...
e eu juro que ela conseguia ver!
Via fadas, príncipes, princesas, dragões
inventava reinos e encantava corações
ninguém, porém, acreditava.
Certo dia, tentou escrever quem a entendesse:
tinha a alma bonita, o coração carinhoso
o sorriso meigo, um olhar amistoso...
porém adormeceu, sem antes terminar
com a janela aberta, e a folha voou.
Ao acordar, acabou desistindo de achá-la
já que procurou e nada encontrou
o dia inteiro.
Até que bateram na porta:
alto, moreno, um olhar amistoso...
"Disseram-me que você que escreve por aqui"
recebeu a folha e pensou: "um sorriso bem como escrevi!"
se casaram, dizem que isso aconteceu!
E assim Julieta conheceu seu Romeu
Vivian Pinto

Especialmente para dona Cecília, o áudio da minha poesia (: espero que vocês gostem de me ouvir falando ela :D
Fonte da imagem.
Beijos rimados pra vocês

2 comentários:

Bípede Implume disse...

Olá Vivian
Gostei muito deste poema, desta história de amor feita poema. E gostei, principalmente, por ainda ser possível não estar fora de moda.
Todas as fotografias são minhas. Quando não são, informo a sua proveniência. Obrigada por ter gostado.
Beijinho de Lisboa
Isabel

Bípede Implume disse...

Oi...
Estava gostando da sua escrita.
Não desista.
Beijinho
Isabel