Romeu e Julieta - versão Vivian remasterizada


Pois então, era uma vez
uma jovem sonhadora, tinteiro, papel, caneta
que jurava que via os personagens que escrevia
e sempre ouvia: "deixe de bobagens, Julieta!"
mas quando pegava a pena para escrever
imaginava tudo, via passado, via futuro...
e eu juro que ela conseguia ver!
Via fadas, príncipes, princesas, dragões
inventava reinos e encantava corações
ninguém, porém, acreditava.
Certo dia, tentou escrever quem a entendesse:
tinha a alma bonita, o coração carinhoso
o sorriso meigo, um olhar amistoso...
porém adormeceu, sem antes terminar
com a janela aberta, e a folha voou.
Ao acordar, acabou desistindo de achá-la
já que procurou e nada encontrou
o dia inteiro.
Até que bateram na porta:
alto, moreno, um olhar amistoso...
"Disseram-me que você que escreve por aqui"
recebeu a folha e pensou: "um sorriso bem como escrevi!"
se casaram, dizem que isso aconteceu!
E assim Julieta conheceu seu Romeu
Vivian Pinto

Especialmente para dona Cecília, o áudio da minha poesia (: espero que vocês gostem de me ouvir falando ela :D
Fonte da imagem.
Beijos rimados pra vocês

Comentários

Bípede Implume disse…
Olá Vivian
Gostei muito deste poema, desta história de amor feita poema. E gostei, principalmente, por ainda ser possível não estar fora de moda.
Todas as fotografias são minhas. Quando não são, informo a sua proveniência. Obrigada por ter gostado.
Beijinho de Lisboa
Isabel
Bípede Implume disse…
Oi...
Estava gostando da sua escrita.
Não desista.
Beijinho
Isabel

Postagens mais visitadas deste blog

ano novo, vida (nem tão) nova

(F)mim

Prosopopeia