sábado, 26 de julho de 2014

Pra não dizer que não falei de destino


Nós fazemos nossa vida.
Nós decidimos como vamos olhá-la,
nosso coração sabe como ela será sentida.
É a nossa mão que escolhe como pintá-la.
Cada um tem seu próprio caminho a seguir
e o "destino é inexorável",
mas somos nós que escolhemos o passo.
minha música tem meu compasso.
Eu sou roteirista da minha história,
sou responsável por minha memória
e escolho ver esperança nesse mundo
que anda tão precisado de flores,
de novas caras, de novas cores,
de gente disposta a fazer tudo mudar,
que siga o coração, que ouça a razão,
que viva amor,
sempre
noite e dia.
Que viva a poesia.





Música linda que me inspirou muito pro post de hoje: pra não dizer que não falei das flores
Beijos rimados pra vocês :*

2 comentários:

Flávio P. Reis disse...

Muito bonito! Reflete uma mente-labirinto e um coração-jardim! rsrsrs
Beijo grande, Vivian!

Gabriela Castro disse...

O mundo anda mesmo precisado de um bocado de coisas boas, assim como essas suas lindas palavras! :) Bjs