quarta-feira, 23 de julho de 2014

Só sei que foi assim

Não sei lidar com perdas. Sou um tanto quanto sentimental e egoísta, fico triste quando as pessoas se vão, mesmo que eu acredite que elas estarão num lugar melhor depois daqui.
Essa semana se foram três grandes escritores, três grandes inspirações e três grandes mestres da literatura. Ariano Suassuna em especial me impulsionou a gostar de várias coisas na minha vida, em especial em gostar de mostrar o que escrevo.
A literatura, sempre rica, hoje se empobreceu.
Não sei porque, só sei que foi assim.







"Cumpriu sua sentença. Encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca do nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo o que é vivo, morre."
-Ariano Suassuna

2 comentários:

Flávio P. Reis disse...

De fato, três grandes imperadores da literatura de nosso país...
Sempre fui um fã voraz das palavras de João Ubaldo, e tive o prazer de observá-lo certa vez, passeando pelo Leblon. Isso bem antes dos selfies...rsrsrs Uma pena!
Mas você disse bem: sem dúvida que todos eles, pelo tanto que plantaram bem e contribuíram para o alimento da nossa fome de intelecto, colherão não o descanso, mas a alegria de onde estão agora, depois da grande viagem. E ainda vão continuar trabalhando e inspirando por lá. Eu acredito.
Beijo grande, Vivian!

Unicorn disse...

Gostei bastante! Beijinhos e penso acompanhar o teu blog daqui para a frente!
Boa sorte e visita o meu blog e deixa a tua opinião http://thelifeofanunicorn.blogspot.pt/
Obrigado <3