sexta-feira, 15 de maio de 2015

De mundo em mundo


Por mais que eu queria ser o mundo, certas coisas eu nunca vou conseguir fazer.
"Conhece-se a ti mesmo" nunca fez tanto sentido, e nunca foi tão melancólico.

3 comentários:

PAULO TAMBURRO. disse...

VIH,

fica chateada não, afinal se você não puder iluminar o mundo como um sol, acenda pelo ao menos um fósforo.

Quer que eu minta?

Um abração carioca e lamento que o tempo de frio passe por Rio das ostras.



Gugu Keller disse...

O em si mesmo mergulhar profundo mostra ao homem quão pequeno é o mundo.
GK

Bípede Implume disse...

Olá Vivian
Melhor é concentrar essa vontade em algo que você gosta mesmo de fazer. Aí vai ser feliz.
Sou fanzérrima de música brasileira. Assim o termo "auê" é-me familiar. Lembra a canção que começava assim: Desculpe o auê eu não queria magoar você." Pois, foi assim.
Como eu compreendo o seu desarcordo com o Acordo...
Beijinhos