cheio de nada


O silêncio dói.
Não saber o que falar incomoda.
A cada palavra não escrita a mão coça
a cada palavra não ouvida o corpo se molda
em algo maior ou menor
dependendo do que for
ou do que deixa de ser.

O não dito corrói.
Queima entre os espaços cheios de nada
que todo o resto vai deixando
conforme a vida acontece
e o resto vai se mostrando
para ser modificado pelo tempo.

O silêncio não faz sentido.
Ele vai se perdendo cada vez que se mostra
ele vai se esvaindo a cada exposição,
pois o silêncio não tem coração,
ele pode até ser inspiração,
mas não é inspirado.

A tua cabeça não mais trabalha,
o teu ouvido não mais escuta,
e teu coração não sente mais culpa,
talvez não sinta amor,
talvez não sinta paixão.
Tua frase não mais se constói,
você está cheio de nada,
porque o silêncio dói.

Comentários

Gugu Keller disse…
O a ser dito, além de muito, é muito louco. O como, além de estulto, muito pouco.
GK
O silêncio nem sempre compensa, para cada palavra silenciada existe um livro inteiro de pensamentos que nos atormentam. Deixe livre, o que precisar ser dito, que seja. Os momentos e as oportunidades não voltam, mas as palavras não ditas vivem em nós para sempre.

Beijinhos <3
Bípede Implume disse…
Olá Vivian
Pois é o silêncio, por vezes é muito barulhento.
Dizem os antigos que é de ouro. Deixa para lá.
Falar é que é mesmo um barulhinho bom.
Beijinho e até breve.
ticoético disse…
Moça,então,primeiro, obrigado,segundo,isso foi bem de encontro ao que eu estava passando semanas atrás é muito angustiante,porém é um imenso prazer te ler,um abraço !
Bípede Implume disse…
Feliz Natal Vivian
Com muita Paz e Amor e muita Alegria também.
Beijinhos.